sábado, 18 de dezembro de 2010

Divagando.

         Que é a vida? Que é a minha vida? Um pontinho perdido na imensidão do universo? Seria tão minúscula assim a minha vida? Eu? Não, sinto que sou o todo, com todos e com tudo, na unidade com o Criador. Como é bom descobrir segredos como este! Posso, então, me perceber parte das florestas, das flores, dos rios, riachos e cascatas, das montanhas, das estrelas, da lua e do sol, do mar, do vento, de todas as criaturas e de Deus. Com Ele formamos o todo, a unidade. Não é maravilhoso?

2 comentários:

  1. Sim Alice, é maravilhoso, e tem gente que não dá valor às coisas que pode ver ou tocar, que fica reclamando de tudo. Acho que talvez o egoísmo as leve a isto. Nós somos alguma coisa e estamos aqui para realizar algo, o que devemos fazer é descobrir o que é e fazer da melhor forma que pudermos. O seu dom é escrever, como o meu, e só depois de quarenta anos eu consegui entender isso e me empenhei em escrever, como você. Uma vez eu falei isso num Grupo Jovem de uma igreja aqui da região, a líder me chamou e disse: "Ilda, aos olhos de Deus não somos nada." Eu discordo, alguma coisa somos, se somos filhos Dele.
    Parabéns! seu blog é dez! está ótimo!
    Caso queira dar uma olhada nos meus os links são:
    www.hyacinthelivro.blogspot.com
    www.ilda-sobral.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Concordo com você. Se somos filhos de Deus, somos como que "Deuzinhos". Não acha?
    E obrigada pela nota dez. Já dei uma olhada nos seus blogs, são nota dez também! Parabéns!

    ResponderExcluir

Agradeço sua presença, sem ela não haveria motivos para eu escrever. Mas se pretende utilizar minha postagem, total ou parcialmente, peço que me informe. Obrigada!

Twitter Facebook More

 
Powered by hospedagem ilimitada criar site gratis